10 habilidades para o profissional do futuro

A Psicomotricidade é uma área que estuda e trabalha o ser humano nas diferentes fases da Vida, enxergando o Ser na sua integralidade.

O quão importante é o desenvolvimento e o quanto será muito significativo tudo que envolve: sua interação com o meio, a família, sociedade, tudo que vive, experencia vai ficando registrado, que em algum momento futuro refletirá.

Por isso, possibilitar situações que contribuam para este desenvolvimento pleno, sadio é de sua importância, dar os limites necessários, as frustrações, que fortalecerão as bases nesta construção do ser integral.

No mundo atual, não bastam somente conhecimentos teóricos e técnicos, uma graduação, pós graduação, mestrado e doutorado, mas o grande diferencial está nas atitudes e valores, que já estão sendo consideradas pela BNCC “É a mobilização de conhecimentos (conceitos e procedimentos), habilidades (práticas, cognitivas e socioemocionais), atitudes e valores para resolver demandas complexas da vida cotidiana, do pleno exercício da cidadania e do mundo do trabalho”, afirma o documento.

Esta idéia também está alinhada à agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).  

Para todos nós este conhecimento é fundamental, seja como pais ou profissionais da educação ou da saúde e até mesmo como estudantes. Será que estou preparado para atender a demanda que o mercado já está exigindo? Como pai, será que estou preparando meu filho(a) para a Vida?

Hoje a concorrência é grande e será cada vez maior, mas sabe quem sairá na frente, seja nos desafios da Vida como no Mercado de trabalho?

Quem tiver as chamadas soft skills. Mas o que é isso?

São habilidades que tem a ver com a personalidade e o comportamento, aptidões mentais, emocionais e sociais. Características particulares que se desenvolvem por conta das experiências, da cultura, criação e educação de cada um.  

E estas habilidades influenciam na capacidade de se relacionar e interagir com as pessoas, afetam os relacionamentos no ambiente corporativo e, sem dúvida refletem na produtividade da equipe.

Estamos num mundo cada vez mais automatizado, repleto de máquinas, mas para fazê-las funcionar, há necessidade de pessoas e as empresas estão em busca de pessoas preciosas.   

Abaixo seguem as 10 Habilidades mais desejadas no mundo e segundo a ONU (Organização das Nações Unidas) são:

1. Flexibilidade Cognitiva

Ter a mente aberta, ampla para que possa imaginar diversos caminhos a serem percorridos para solução de um problema.

Quanto mais flexível for o indivíduo, mais ele conseguirá enxergar novos padrões e criar possibilidades.

2. Negociação

Saber negociar, expor suas ideias, opiniões, observar, escutar, ter esta habilidade interpessoal com quaisquer pessoas, colegas, gestores, clientes.

3. Orientação de serviço

O profissional deve conhecer bem o seu público, para atender devidamente a necessidade dele, adaptando produtos e serviços se necessário.

4. Julgamento e tomada de decisões

Ter a habilidade de ser crítico, saber ler e interpretar os dados, as situações, para tomada de decisão estratégica.

5. Inteligência Emocional

Ter empatia, conseguir se relacionar com diferentes pessoas, administrar os próprios sentimentos. Manter o controle diante das situações, adaptações e condução de forma equilibrada. 

6. Coordenação com os outros

Saber se relacionar com diferentes pessoas, com personalidades distintas e acolher divergências entre si, com respeito, ter um bom relacionamento interpessoal, empatia e saber trabalhar em grupo, estabelecendo conexão, promovendo a colaboração entre os profissionais no ambiente de trabalho.

7. Gestão de pessoas

Apesar do avanço das máquinas, as pessoas ainda são os recursos mais valiosos que as empresas possuem e saber gerenciar pessoas, motivar a equipe, para que sintam acolhidos,  suas necessidades atendidas, haverá maior produtividade da empresa.

8. Criatividade

Profissional criativo capaz de construir ideias inovadoras, para atender as necessidades do futuro.

9. Pensamento Crítico

Pensamento crítico é uma das habilidades do futuro que requerem raciocínio e lógica. O profissional do futuro deverá ser capaz de usar tanto a lógica quanto o raciocínio para questionar determinados problemas, identificar os “prós” e “contras”, ponderá-los e considerar as diferentes soluções para os obstáculos.

Além de uma mente aberta para as mudanças.

10. Resolução de problemas complexos

Ter uma elasticidade mental para resolver problemas complexos e esta  habilidade é totalmente dependente da anterior, ou seja, é necessário ter um  pensamento crítico.

No futuro, é esperado que os problemas fiquem cada vez mais difíceis de resolver. Esses contarão muito com a tecnologia, mas dependerão da capacidade dos profissionais de resolvê-los. E essas pessoas com essa capacidade terão mais espaço no mercado competitivo.

Foi possível compreender o quanto os aspectos de base, os valores morais são fundamentais na formação do ser humano e o quanto podem impactar no sucesso do indivíduo?

Enfim, quem trabalha com pessoas deve estudar sempre, esta complexa mas fascinante construção do Ser e seus desafios!

E a Psicomotricidade nos possibilita esta imersão, estudo e aprofundamento.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Autora:

Cassia Yamada Eguthi

Cassia Yamada Eguthi

Pedagoga, Psicopedagoga da Educação Especial e Psicomotricista titular da Associação Brasileira de Psicomotricidade.
Coordenadora do Curso de Pós Graduação em Psicomotricidade e Projetos Sociais da Associação Vem Ser

Mais artigos

“pérolas” de Vitor da Fonseca

Durante esses últimos 40 anos me honro de ter sido aluna dessa referência mundial em Psicomotricidade que é o professor Vitor da Fonseca. De inúmeros

Decálogo de um Gerontopsicomotricista

1. Quando um Gerontopsicomotricista se capacita, ele também reconstrói sua história de aprendizagem. 2. Um Gerontopsicomotricista não brinca, simplesmente, ele introduz o bom humor em

Alfabeto Psicomotor

Aprendizagem só pode ocorrer se não houver Bloqueios físicos, motores e/ou emocionais Comprometendo e até impedindo o bom Desempenho, na criança, do seu Esquema corporal.Este

O que é ser um Terapeuta

Aquele que trabalha com as mãos é um artesão! Aquele que trabalha com a mente é um sábio! Aquele que trabalha com a inspiração é

© Associação Vem Ser 2021. Todos os direitos reservados.

Representante Mundial

Prof. Dr. Rui Fernando Roque Martins

Professor Associado na Faculdade de Motricidade Humana (FMH) da Universidade de Lisboa (UL)
Docente na licenciatura em Reabilitação Psicomotora e Coordenador do Curso do Mestrado em Reabilitação Psicomotora, da FMH – UL
Membro fundador e delegado português do Fórum Europeu de Psicomotricidade
Delegado Português da Organização Internacional de Psicomotricidade e Relaxação desde 1989.
Honoris Causa pela Organização Internacional de Psicomotricidade e Relaxação, pela contribuição para o desenvolvimento Internacional da Psicomotricidade
Membro fundador e Presidente da Associação Portuguesa de Psicomotricidade.